Cowabunga! Pizza!!!

Uma cena familiar: uma fatia de pizza, triangular, levada à boca com a mão, quase dobrada ao meio na vertical, mordida pedaço a pedaço sem o uso de talheres ou pratos. A imagem da pizza novaiorquina está presente na cabeça de quem é bombardeado pelo cinema e televisão dos EUA (na cabeça do Monstro, a primeira imagem é de uma tartaruga ninja). O estilo de pizza da cidade já se consagrou e está registrado, se diferenciando as pizzas servidas em outros lugares do país e do planeta.

Pizza de cogumelos e linguiça da New Amici, em NYC

E é de fato muito diferente do que se conhece no Brasil, desde o ritual de ir comer pizza, normalmente servida em restaurantes no Brasil e em balcões e lanchonetes simples em NY (onde também há a tradição de pedir em domicílio ou de ir buscar na pizzaria para levar para casa).

As tartarugas ninjas, que vivem nos esgotos de NYC e sempre comem pizza

O principal diferencial alardeado por eles mesmos, em sites voltados ao NY Style, está na massa, de fato crocante e fina, mas ainda assim pesada, muitas vezes lembrando um pão. Falam também do tamanho, com redondas bem maiores que as servidas comumente no Brasil, para que uma fatia apenas seja o suficiente pelo menos para matar a fome (e normalmente elas são vendidas em fatias, já prontas e apenas requentadas na hora de servir). A regra pede forno a lenha, mas muitas vezes ele é elétrico mesmo.

Mas o diferente para quem está acostumado ao estilo brasileiro de comer pizza (brasileiro, pelo menos em Recife e em São Paulo) é mesmo o tempero.

Quem primeiro diagnosticou a surpresa foi a esposa. “Não tem orégano”. Por mais que a receita tradicional da própria pizza novaiorquina diga que vai orégano no molho, não tem aqueles pedacinhos tão tradicionais por cima da pizza, o que faz muita diferença. O próprio molho também tem um sabor mais forte (aparentemente é caprichado no alho), que é estranho ao paladar brasileiro – O molho servido na Pizza Hut e na Domino’s segue um pouco esse modelo, mas talvez seja mais suave para se adaptar ao gosto local no Brasil.

As coberturas podem ser iguais (no caso da tradicional mussarela) ou bem diferentes, com vários tipos de linguiça e carne por cima (até molho bolonhesa). Aqui elas não têm nomes tão italianos, como nas pizzarias paulistanas.

O que tinha nome italiano no caso da primeira pizza que o Monstro comeu em Nova York era a própria pizzaria: New Amici. Ela foi escolhida da forma mais aleatória possível, apenas por ser a mais próxima de casa (menos de 10 metros, na esquina da rua 12 com a 3ª avenida).

O primeiro pedido fugiu do padrão por fatia, e foi de uma pizza inteira (tamanho pequeno, parecido com as pizzas padrão paulistano, por US$ 14) para levar para casa. O sabor era o chamado “especialidade da casa”, e levava linguiça e cogumelos, além do molho de tomate. Ela foi preparada na hora, assada num forno elétrico e servida em exatamente 12 minutos (e levada para ser comida em casa).

A massa crocante, reza a lenda local, é típica da cidade e não é reproduzida em outros lugares por causa da água da torneira de Nova York, que é usada e que tem minerais que dão caracaterísticas inimitáveis. Mesmo tendo pedido uma pizza pequena, ela é bem pesada, e enche muito mais rapidamente.

Anúncios

3 Respostas para “Cowabunga! Pizza!!!

  1. Parabéns pela nova empreitada!
    Quero saber quando o monstro irá ao Peter Luger no Brooklyn?

  2. Pois o negócio da água também se fala dos Bagels e da pizza italiana. O GoodEater testou e no fim parece ter algum peso sim, principalmente na “crocância” da massa:

    http://www.goodeater.org/2010/01/08/the-food-lab-is-good-pizza-really-all-about-the-water/

  3. Pingback: Pizza no peso « Monstro na Cozinha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s