Nó na garganta

Muita gente já disse que os carrinhos de cachorro-quente são uma das imagens mais icônicas de Nova York. Se isso é verdade, além do próprio dogão, outra comida faz parte desse símbolo gastronômico da cidade, o pretzel. Cada carrinho de hot-dog oferece esse “pão” de origem europeia ali do lado dos sanduíches de salsicha, dividindo a preferência do povo que aproveita para matar a fome pelas ruas.

Os grandes pretzels, onipresentes nas ruas de Nova York

Pretzels são massas assadas em formato de linhas que dão um nó. Eles podem ser servidos em diferentes tamanhos e com coberturas variadas. Por mais que tenham surgido na Europa, onde há países em que eles continuam populares, os pretzels viajaram para os Estados Unidos, e se tornaram comuns em vários Estados em sua versão que parece um pão. Ele é oferecido em estádios e ginásios, em restaurantes e bares e até no cinema. Na Pensilvânia, já houve um museu dedicado a esta comida, que mereceu a criação de um dia nacional dedicado a ele (26 de abril).

Apesar de ficarem expostos, os pretzels são servidos quentes, direto de um miniforno nos carrinhos

Um outro tipo, menor, virou um salgadinho crocante, parecido o Stiksy, que a Elma Chips vende no Brasil. Foi comendo um pretzel, segundo a versão oficial da Casa Branca, que on ex-presidente George W. Bush se engasgou, caiu no chão e ficou com a marca da pancada no rosto. Trata-se de um petisco que acompanha bem cervejas e outras bebidas alcoólicas.

Pretzels especiais, leves e saborosos, na Hester Street Fair

A variedade servida popularmente nas ruas é salgada e macia, parecendo realmente um pão, por mais que o sabor seja amanteigado, como o salgadinho. A única cobertura são grãos de sal grosso. Eles são vendidos quentes por U$ 2, e – é preciso dizer- não são nada agradáveis para o paladar pouco acostumado.

Por mais que o sabor não seja exatamente ruim, a massa é pesada e densa, além de muito seca. Comer o pretzel, que é imenso, não é prazeroso e dá bastante trabalho por ser seco demais. A maior parte oferece uma cobertura de mostarda por cima, mas isso não salva o sabor nem a textura do pão, em alguns momentos parece até que a garganta dá um nó e dificulta comer até o fim.

Os pretzels foram trazidos para Nova York pelos alemães no século XIX. É curiosa a pequena quantidade de restaurantes e comidas dessa origem na dieta cotidiana da cidade, diz William Grimes, autor de uma história culinária da cidade. Os alemães, afinal, foram reponsáveis por uma das maiores ondas migratórias para a cidade dos anos 1840 aos 1860, quando chegaram a formar um quarto da população dali.

Os alemães trouxeram o gosto pela cerveja tipo Lager, o costume das delicatessens, mas por conta dos conflitos internacionais entre o país e os EUA, acabaram perdendo na formação cultural cosmopolita de Nova York e quase desaparecendo para sempre. Em 2010, o guia Zagat lista apenas 8 restaurantes de comida alemã, o Yelp destaca menos de meia dúzia, muito menos que os franceses e italianos, e quase tanto quanto os ucranianos e russos.

O gosto pelso pretzels ficou, caiu nas ruas, nos pacotinhos vendidos no supermercado, mas pelo menos se salva também em padarias e confeitarias. Lugares como a City Bakery fazem versões mais leves e saborosas do pretzel, criando uma massa que lembra também um croissant. Na Hester Street Fair, mercado de pulgas onde se come muito bem no Lower East Side, uma das barracas serve apenas versões especiais dos pretzels, doces e salgadas, com uma massa mais leve e gostosa.

Vir a Nova York e querer conhecer a comida local passa por experimentar o pretzel das barracas de rua, mas não é preciso se constranger de deixar uns pedaços pelo caminho, alimentar pombos e esquilos. Para comer pretzels bon, melhor procurar em lugares que buscam fazê-lo de forma mais especial.

Serviço:
NYT lista bons pretzels especiais na cidade

Pretzel museum

Anúncios

4 Respostas para “Nó na garganta

  1. tem uns meio maçaroquentos, mas é uma boa pedida pra enganar a fome… e a feirona ontem na 6th avenida hein?
    alias, partiu comer o burgao top de linha hoje? ontem te mandei sms, mas acho que n chegou

  2. maçaroquento é a palavra perfeita que me faltou quando tava escrevendo o post…

  3. Gente, eu tive a oportunidade de comer Pretzel na Alemanha, e digo com segurança, não tem nada a ver com o descrito ai em cima, o Pretzel Salgado é muito gostoso, casca “dura” que eu chamaria de crocante e massa macia. Tem gente comendo porcaria por ai, e depois descreve besteira na internet.

    • Caro André, caso não tenha entendido, o texto se refere apenas ao pretzel vendido em barraquinhas de cachorro quente em nova york, não aos vendidos na Alemanha, no Brasil ou qualquer outro lugar. obrigado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s