Que Pizzas !

Pode soar trash, mas considero o Q-Pizza, rede delivery de baixo custo que está espalhada na cidade, um dos melhores representantes de São Paulo e sua gastronomia.

Mais de que a presença de pizzarias excepcionais, como a Marguerita, a Speranza e a Braz (minhas preferidas), o que define a relação dessa cidade com as pizzas é a presença de pequenas fabriquetas dessas “tortas” (como diriam os americanos) em quase todas as esquinas. Em qualquer lugar de São Paulo, praticamente a qualquer hora, podem-se comer pizzas baratas e com qualidade melhor de que 99% das encontradas em qualquer outra parte do país (De que em Recife, que conheço bem, sem dúvida).

Trata-se de uma relação pessoal. Imagino que cada casa em São Paulo tenha a sua pizzaria delivery preferida, mas posso garantir que o produto em qualquer uma delas dificilmente deixa a desejar – São sempre feitas no forno a lenha, com massa saborosa e muita cobertura.

Desde que me mudei para São Paulo, em 2003, a Q-Pizza, quase na esquina do primeiro apartamento que aluguei, em Santa Cecília, oferecia pizzas bem baratas e que chegavam em casa rapidamente, quentinhas. As mais baratas, lembro, eram R$ 11 (hoje não há nada por menos de R$ 19) e me surpreendiam pela enorme quantidade e pela qualidade do recheio (me surpreendi em descobrir que pizza de calabresa não era uma mussarela com uma rodela da linguiça em cada fatia, mas uma pizza sem queijo coberta por centenas de pedaços de calabresa).

Desde então, sempre morando mais ou menos na mesma região, já experimentei várias outras pequenas pizzarias, mas de vez em quando acabo voltando à Q-Pizza. No caso desta semana, foi porque ela é uma das poucas casas que entregam em domícilio durante a madrugada, até 4 horas da manhã.

É bem verdade que a marguerita comida nesta semana deixou bem a desejar. A entrega quase à 1h da manhã demorou mais que o normal (talvez pela chuva), e a pizza chegou já um tanto fria e “velha”, com a massa já passada. Mesmo assim, ela ainda dava um banho de qualidade em uma pizza comida no Recife duas semanas antes, pedida em uma pizzaria grande da cidade, mas que dificilmente mereceria sequer ser chamada de pizza.  Tinha bastante (e bom) queijo, tomates maduros e bastante manjericão.

Comer uma pizza que, mesmo não estando em sua melhor forma, é melhor de que em qualquer outra parte do país, entregue na madrugada, por R$ 20 é o que digo que melhor representa a comida da cidade.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s