O atum que quis ser salmão

Já houve uma preferência bem específica noss almoços executivos corridos comidos nos Shoppings de São Paulo. Como cozinho, regularmente, é muito raro sair para almoçar antes do trabalho, portanto não é a especialidade. Mas indo aos shoppings na proximidade de Santa Cecília, era muito comum ir ao Giacomo, um fast food italiano arrumadinho, para comer o filé de salmão com molho de pimenta rosa acompanhado de risoto milanês.

Na última semana, voltando para casa à noite, passamos no Pão de Açúcar da Cardoso de Almeida e decidi improvisar algo parecido com aquilo, mas mudando um pouco a reveita.

Usei um filé de atum bem fresco comprado lá. Cobri ele com azeite, limão, um tempero desidratado de limão e pimenta do reino, e queijo parmesão. Joguei ele assim na chapa quente, de todos os lados, mas rapidamente, para não cozinhar totalmente.

É verdade que, como não usei nada que prendesse o queijo no peixe, como clara de ovo, parte do queijo se soltou, mas isso não foi problema, e quando foi fatiado, o atum ficou cru por dentro e com uma capinha bem temperada por fora.

Servi este peixe com um risoto milanês (preparado com açafrão) no qual joguei bolinhas de pimenta rosa, para dar cor e cheiro.

O resultado final ficou bem longe da inspiração original, mas foi um almoço excepcional.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s