Holanda paulista

Holambra se diz a cidade mais holandesa do Brasil. Conhecendo Amsterdam, a gastronomia não criava tanta expectativa na hora de marcar um fim de semana por lá, há 140 km de São Paulo. Depois de nunca comer especialmente bem na gastronomia holandesa, não esperava muito mais de que panquecas e biscoitos da pequena holanda brasileira.

Mas aí, logo na chegada na cidade, vários panfletos de restaurantes faziam propaganda da gastronomia da Holanda. O mais atraente desses anúncios era do Warong, um restaurante que propunha alta gastronomia meio holandesa meio indonésia. A ideia é estranha, mas as fotos de comida eram boas e a aparência do local, bastante atraente.

Foi uma ótima aposta, pois o restaurante é muito agradável, o atendimento excelente e a comida deliciosa, por mais que os preços não sejam os mais baixos da cidade.

A esposa comeu um salmão com crosta de pistaches, acompanhado por purê de mandioquinha. Ela sentiu falta de uma “capinha” crocante no peixe, mas a combinação com a crosta de pistaches estava deliciosa.

Comi um prato com cara mais de alemão de que holandês propriamente dito, um kassler acompanhado por linguiça especial, purê e repolho roxo. A alta bisteca de porco estava mutio macia e suculenta, uma delícia, e a linguiça seria dispensável, mas estava boa também.

Com dois chopps e dois cafés, o almoço custou R$ 128. Os pratos, entretanto, poderiam ser divididos, até porque há um buffet de salada que pode ser visitado à vontade.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s