Um ícone digestivo

digest

“Em tempo de grandes dificuldades, muitos se voltam à religião. Outros buscam a psicoterapia. Mas muitos de nós conhecemos uma resposta melhor: biscoitos de chocolate”. A definição não é de um blog bobo de gastronomia, nem de um site bem humorado como o Buzzfeed, mas do maior jornal de finanças e economia do mundo, o “Financial Times”, que chama o “digestive”, popular biscoito inglês, de “a melhor comfort food”.

Digestives são biscoitos (ler bolacha daqui por diante, caso o leitor seja paulistano) de massa sequinha e levemente adocicados.

digestiveA jornalista Robyn Lee, do site Serious Eats, desenvolveu uma das melhores definições do digestive, especialmente em um país dividido pelos termos “biscoito” e “bolacha”, como o Brasil. Segundo ela, o digestive é uma mistura de bolacha e biscoito. Neste caso, em vez da rixa entre São Paulo e o resto do Brasil, bolacha é usada como tradução de “cracker” – uma massa seca, fina, sem muito sabor – e biscoito como uma tradução de “cookie” – doce e mais consistente.

O formato parece o que no Brasil é vendido como “biscoito maria”, mas a textura é mais quebradiça e o sabor mais próximo do trigo e do malte de que do amido de milho usado na versão brasileira.

O biscoito original, simples e sem cobertura, é considerado o principal acompanhamento para o tradicional chá britânico. A versão coberta com chocolate é uma das comidas mais populares do país. Somente a McVitie’s, uma das principais marcas do biscoito, vende mais de 70 milhões de pacotes de biscoitos com chocolate no Reino Unido a cada ano. Isso equivale ao consumo de 52 biscoitos por segundo.

Nigel Slater, autor do livro “Eating for England”, chama os digestives de ícones britânicos. “É engraçado que, independente de você ter eles em sua cozinha ou não, os digestives sempre conseguem ter o sabor de ‘lar’. Eles têm uma capacidade única de nos levar a um local seguro, a um lugar que lembramos de forma afetiva, mesmo que você nunca tenha estado lá”, diz.

Slater defende que a união entre o biscoito de trigo com o chocolate é uma das melhores combinações da história da gastronomia, criando “o melhor biscoito do mundo”. Ele argumenta, entretanto, que o ideal é o biscoito com chocolate meio amargo, que combina melhor sem deixar o biscoito excessivamente doce.

Felicity Cloake's perfect digestive biscuits.

Digestivos
Pesquisadores e nutricionistas de hoje em dia podem achar que soa absurdo chamar de “digestivo” um biscoito, quase sempre com chocolate, normalmente comido como lanche ou sobremesa após uma refeição.

digest2O biscoito é chamado de “digestivo” porque no passado acreditava-se que ele tinha função de antiácido e ajudava na digestão após a refeição por ter bicarbonato de sódio em sua composição. Segundo o gerente da McVitie’s, Peter Senior, a ideia de que os biscoitos eram “digestivos” indicava à época, que diminuía a flatulência.

A receita costuma levar farinha de trigo, açúcar, extrato de malte, óleo, farinha integral, bicarbonato e sal.

História

A história do biscoito mais popular do Reino Unido foi tema de um pequeno documentário na TV inglesa. O digestive é apresentado como “um testamento da genialidade do design britânico”.

Há registros de biscoitos chamados “digestivos” desde meados do século XIX. A McVitie’s, marca mais famosa, produz os seus biscoitos desde 1892. A receita original do digestive tem mais de 160 anos, e a versão com chocolate foi criada em 1925.

O digestive é um produto da revolução industrial. Biscoitos já eram comido ha mais tempo, mas em casa e em ocasiões especiais. Nos anos 1830, com a construção das estradas de ferro no Reino Unido, e a criação de um mercado de viajantes, um padeiro pensou o digestive como uma comida ideal para comer durante viagens de trem, e assim a escocesa McVitie’s criou a receita. Pouco depois, os biscoitos se tornaram parte integral das viagens de trem, e acabaram entrando de vez na vida cotidiana dos britânicos.

Modo de usar
Em março de 2014, os biscoitos com chotolate se tornaram notícia nos principais jornais ingleses quando a McVitie’s foi questionada pela internet e declarou que a camada de chocolate está na parte de baixo do biscoito, e não na de cima. Isso determinaria que os biscoitos devem ser colocados na boca com o chocolate voltado à língua, assumindo uma forma oficial para comer o digestive.

Assista abaixo ao pequeno documentário inglês sobre o biscoito digestive

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s